quinta-feira, 28 de maio de 2009

SER... OU NÃO SER?


SE EU TIVESSE O TEMPO DE SER,
CERTAMENTE EU SERIA.


NINGUÉM DEVERIA SER COBRADO DAQUILO QUE NÃO DEVE,
ASSIM COMO O QUE NÃO É.


FOSSE EU AQUILO QUE PENSAM...
SERIA DE CONCRETO E FERRO,
COM ARTICULAÇÕES DE SILICONE,
CORAÇÃO DE SEDA
CÉREBRO DE CHIP.


TERIA DEZ MÃOS,
PODER DE BILOCAÇÃO
OLHOS E ASAS DE ÁGUIA
FACE DE BARBIE.


SURDA, CEGA E MUDA PARA CERTAS COISAS.
SEM NECESSIDADE DE SONO,
OU DE IR AO BANHEIRO.
SEM CAPACIDADE DE RACIOCÍNIO,
APENAS DE ARMAZENAMENTO.


SEM CORAGEM DE ESCALAR AS HIERARQUIAS,
MAS COM GRANDE CAPACIDADE DE IDOLATRÁ-LA.


SIMPLESMENTE “AMÉLIA” MODERNA.
SEMPRE ESTÁVEL.


SEM CAFEÍNA NEM BENZODIAZEPÍNICOS.
SEMPRE DISPOSTA.


SORRIDENTE E AGRADECIDA POR NADA.
 

FOSSE EU AQUILO QUE PENSAM...
CAPAZ DE RESOLVER O MUNDO,
TODAS AS DOENÇAS,
TODO O CONFLITO...
 

SEMPRE PENTEADA,
SEMPRE MAQUIADA,
MAGRA E SEM FOME.
 

(SERIA EU, SE FOSSE TUDO, MAIS FELIZ DO QUE SOU?)
 

QUISERA ENTENDER COMO FAZER PRÁ SER
ORA CÉREBRO GIGANTE, PRA DESVENDAR ENIGMAS,
ORA CÉREBRO DE ERVILHA, PARA NÃO QUESTIONAR...
(QUISERA ENTENDER: E SÓ)


SE EU TIVESSE TEMPO DE SER,
CERTAMENTE EU SERIA:
SENDO MÃE PRESENTE,
ABANDONAR A CRIA PRÁ SERVIR AO OUTRO
SERVIR AO MUNDO,
(ABANDONANDO O MEU PRÓPRIO MUNDO)
 

SEM VIDA PRÓPRIA.
SEM NENHUMA ASPIRAÇÃO.
SIMPLESMENTE SER
(O QUE ESPERAM).


NÃO NECESSITAR DE REDE NEM BARCO.


TALVEZ ME ANGUSTIE SER O QUE NÃO QUEREM.
SER VISTA COMO O QUE NÃO SOU.

ENQUANTO PENSAM QUE EU SOU DE AÇO,
ME DESFAÇO...

DEMOREI, MAS ENTENDI:
UMA VEZ QUE ME ESGOTAREM,
SOBRARÁ O CASCO DESCARTÁVEL.


QUISERA COMPREENDER POR QUÊ
CADA VEZ QUE O MUNDO DIZ:
‘SEJA VOCÊ MESMA’
NÃO ESTÁ IMPLÍCITO QUE,
SE VOCÊ REALMENTE O FOR,
SERÁ BANIDO COMO UM CÃO SARNENTO.

SE TIVESSE CHANCE DE SER, CERTAMENTE EU SERIA.
NÃO ME IMPORTARIA DE ACORDAR COM ESTA MÁSCARA
APEGADA À MINHA CARA.


TUDO O QUE É AUTÊNTICO,
É ESCARRADO PRÁ FORA DOS PULMÕES
DESTE BRUTO SISTEMA.


QUISERA EU ENTENDER O POR QUÊ
QUE O MUNDO ABOMINA AS PROSTITUTAS,
MAS EXIGE PROFISSIONAIS QUE SE VENDEM
POR TÃO POUCO...
(COMO SE VENDER O ESPÍRITO
NÃO FOSSE PIOR QUE VENDER O CORPO)

QUISERA TER A “INTELIGÊNCIA” SUFICIENTE
PARA ENTENDER ESTE MUNDO QUE NÃO ME ENTENDE...


A VERDADE É QUE A OSMOLARIDADE É VERDADEIRA:
QUANDO MAIS ME APARECEM AS RUGAS NA FACE,
MAIS ME TORNO O QUE O MUNDO ESPERA.

SER... SIMPLESMENTE...
OU NÃO SER.

ELOISA ROCIA

2 comentários:

Arte em croche e trico - Croche e trico da Fri disse...

Eloisa, linda sua mensagem para mim no meu blog, obrigada, suas palavras sao sabias. Vi que gostas de poemas, poesias, assim como eu. Adorei o que escreve em seu blog.
Vou linkar voce, para que outros possam conhecer um pouco mais da pessoa linda e sabia que es.
Bju
FRI

Um pouco mais de mim... disse...

Obrigada, Fri!
Amei te conhecer!
teu blog e você são geniais!

Postar um comentário

Olá, amiga, amigo...
Espero que tenha gostado do blog e que volte muitas vezes neste espaço!
Abraço!
Eloisa