sábado, 16 de maio de 2009

ESTES BONS OUVIDOS AINDA ME TRARÃO ALGUM PREJUÍZO...


Estou aqui a me rir (para não chorar), de um fato que ocorreu-nos por estes dias.

Estávamos nós (eu e meu amor), a fazer compras para o mês, num desses grandes, famosos e populares mercados de rede.

A fila estava enorme, pois era véspera do dia das mães.

Após enchermos o carrinho, nos dirigimos à fila do caixa.

Enquanto eu espreitava, comovida, a um saquinho de batatinhas que estava sendo esmagado por um fardo de refrigerantes no carrinho do colega ao lado, Meu amor teve uma crise (bem comum) de romantismo.
Beijou-me carinhosamente a boca e acariciou o meu rosto.

Bem atrás de nós, ouço alguém (mal humorado) a cochichar: "estes casaisinhos... não tem lugar prá namorar? Veja se fila de supermercado é lugar?"
Não havia como, por maior que fosse o barulho por ali, não detectar aquela voz estridente, amassada e cochichada.
Também não havia como negar que o objeto do comentário teríamos sido nós.

Caio riu-se da situação, e provocou: tascou-me outro beijo e mostrou-lhes na mão esquerda, a aliança.

Para nossa surpresa, retrucaram o comentário: "safaaaaado! está com a amante e nem tirou a aliança!"


Senti um misto de riso e choro naquele momento. Será que um homem não pode continuar namorando a sua esposa só porque passaram-se 7 anos de casamento?

Por que não pensaram que a primeira opção pudesse ser um esposo beijando A SUA PRÓPRIA esposa?

QUE MUNDO É ESTE, MEU DEUS!



ELOISA ROCIA

3 comentários:

Theresinha Coelho disse...

Ola amiguinha, vim conhecer este seu pequeno grande espaço. Ele é como uma caixinha surpresa, quando entrei não imaginei encontrar um conteúdo tão forte e marcante, vc escreve com o coração e como tem um lindo coração irradia tudo de bom por aqui.
Quando quiser vivite à vontade o meu blog nele poderá encontrar mais coisas alem do croche tem receitas, imagens e até um timido espaço dos meus poemas, sinta-se em casa e sirva-se como quiser.
Bjs da amiga Thé

Marly Motta disse...

puxa Helô... isso é triste mesmo!
mas infelizmente as pessoas pensam assim, que Deus conserve seu casamento sempre assim, que é como deveria ser todos...mas não é.
Fico feliz de ver pessoas como você e o Caio, são exemplos de que o amor não é levado pela rotina e pelo passar dos anos...quando cultivado e cuidado.
adoro as coisas que escreve, faz bem...
bjos

Um pouco mais de mim... disse...

Muito, muito, muito obrigada, meninas!

Beijo grande!

Postar um comentário

Olá, amiga, amigo...
Espero que tenha gostado do blog e que volte muitas vezes neste espaço!
Abraço!
Eloisa